A fada Oriana

A fada Oriana

by Sophia Mello Breyner de Andresen, Veridiana Scarpelli

NOOK BookPortuguese-language Edition (eBook - Portuguese-language Edition)

$4.99

Available on Compatible NOOK Devices and the free NOOK Apps.
WANT A NOOK?  Explore Now
LEND ME® See Details

Overview

Oriana é uma fada boa invisível aos olhos das pessoas. Ela cuida da floresta e de seus moradores e, por isso, mal tem tempo para si. Um dia, quando olha seu reflexo na água, surpreende-se com sua própria beleza e passa a admirar-se por horas a fio, perdendo-se em sua vaidade. Como punição, tem de abrir mão de seus bens mais preciosos – a varinha de condão e as asinhas – e lidar com as dificuldades da vida sem magia. Uma história de conscientização sobre os prejuízos que nossos impulsos egoístas – sejamos humanos ou fadas – causam à coletividade.

Product Details

ISBN-13: 9788550406350
Publisher: SESI-SP Editora
Publication date: 12/19/2017
Series: Quem lê Sabe Por quê
Sold by: Bookwire
Format: NOOK Book
Pages: 96
File size: 6 MB
Age Range: 8 - 12 Years

About the Author

SOPHIA DE MELLO BREYNER ANDRESEN nasceu na cidade do Porto (Portugal), em 1919. Sua obra fecunda o imaginário de poetas e libertários. Particularmente o mar foi sua grande inspiração, ao lado de todas as coisas visíveis que ela enumerava e fazia caber tanto em poemas como nos textos em prosa e teatro que escreveu. Sophia, como poeta, nos ensina a olhar para as coisas do mundo como crianças curiosas, recém-acordadas para a vida que pulsa ao redor. Ávida de beleza e harmonia, reivindica um mundo de justiça e dignidade para homens e Natureza. Por isso, além de poeta, defendeu a liberdade dos que se opunham à opressão da ditadura, dentro e fora de seu país. Em A fada Oriana, temos uma narrativa que mostra, nas suas muitas peripécias, que não basta ser uma menina bonita para ser uma fada. Nos seus acertos e erros, Oriana aprende a responsabilidade que deve ter toda fada para com os seres da floresta: as plantas, os bichos e os homens são solitários e frágeis, de modo que o mundo não sobrevive sem os cuidados do amor. É para isso, afinal, que lhe foram dadas asas e uma varinha de condão. Escritora premiada, Sophia é hoje uma das grandes vozes da poesia do século XX. No ano de sua morte, em 2004, a cidade de Lisboa inaugurou um lindo Oceanário e lhe rendeu homenagem nos versos afixados nas paredes. VERIDIANA SCARPELLI nasceu em São Paulo, em 1978. O gosto pelo desenho, que a acompanha desde criança, a fez pensar em optar pela faculdade de artes plásticas. Acabou ingressando no curso de arquitetura da FAU-USP, em 1997, mas nunca parou de desenhar. Nem quando começou a trabalhar com design de móveis e objetos. Apenas em 2007 fez do seu hobby uma profissão, quando saiu de porta em porta apresentando seu portfólio às editoras. O esforço deu certo. Hoje, ilustra para a revista literária Serrote, jornais e diversas editoras. Seu primeiro livro foi O sonho de Vitório (Cosac Naify, 2012). Narrada apenas por imagens, a história do porquinho de camiseta listrada ganhou o mundo. Os direitos da obra foram vendidos para a editora mexicana Fondo de Cultura Económica (2013) e os originais expostos na Giannino Stoppani Libreria per Ragazzi, a principal livraria infantil da cidade de Bolonha, na Itália, onde acontece a Feira do Livro para Crianças de Bolonha, em 2014. Este é o segundo livro de Sophia de Mello Breyner Andresen que Veridiana ilustra. O primeiro foi A Menina do Mar, publicado pela Cosac Naify em 2014 e reeditado pela SESI-SP Editora em 2017. Para esta editora, ilustrou também Os 101 dálmatas de Dodie Smith.

Customer Reviews